Saiba como cuidar da saúde do seu cão durante o inverno

como-cuidar-cao-inverno

O inverno está próximo e as temperaturas baixas já deram as caras durante o outono. Com isso, assim como nós, os pets podem ficar mais suscetíveis ao aparecimento de algumas doenças, como a tosse dos canis, que é muito similar ao resfriado humano e apresenta sintomas como febre, tosse, coriza e apatia. Cães mais velhos podem ainda apresentar sintomas de doenças osteoarticulares por causo do frio.

E já que o melhor remédio é sempre a prevenção, redobrar os cuidados com o seu cão durante as épocas de temperaturas baixas vai garantir que ele fique saudável e curta esse período da melhor maneira possível. Para isso, preparamos uma lista com os cuidados que você deve ter com seu cão durante o inverno. Confira:

  • Vacinas

Aproveite que o inverno ainda não começou que leve seu pet ao médico veterinário para uma consulta de rotina e aproveite para verificar se ele está com todas as vacinas em dia. Cachorros que estão constantemente em contato com outros animais têm mais chances de pegar a tosse de canil e a vacinação é o melhor método de prevenção, já que durante o inverno o animal pode ficar com a imunidade baixa e, assim, se tornar mais vulnerável à contaminação.

Lembre-se que vacinação é um ato de amor, tão fundamental para a sobrevivência dos animais quanto é para nós humanos.

  •  Banhos

Durante o inverno você deverá diminuir a frequência de banhos. Para isso, use lenços umedecidos ou gel de banho a seco para prolongar a duração do banho. Se optar por leva-lo ao petshop, certifique-se de que seu bichinho de estimação está recebendo os devidos cuidados, como o uso de água morna e a proteção do ouvido para evitar otite.

Escolha as horas e os dias mais quentes para dar banho no seu cão e não o leve para passear logo em seguida. Principalmente se tiver ido ao petshop, que costuma ter secadores grandes e muito quentes. O choque térmico pode ser perigoso ao seu amigo de quatro patas.

  • Passeios

Você pode e deve passear sempre com o seu cão para mantê-lo feliz e saudável, mas escolha as horas mais amenas para realizar os passeios. Os períodos da manhã e da noite costumam ser muito mais gelados, podendo causar hipertermia e ainda queimar as patinhas do pet, afinal, o frio também queima.

As melhores horas para passear durante o inverno são entre às 11h e 15h. Se você perceber que o dia está realmente muito frio, brinque com seu cão dentro de casa. Jogue bolinha e o entretenha para que ele não fique triste ou ansioso pela falta do passeio.

  • Tosas

Se os banhos devem ser feitos com menos frequência, as tosas estão proibidas. O pelo do animal funciona como um isolante térmico natural, protegendo-o do frio e o mantando quentinho e confortável. Por isso, é muito importante que você permita que seu cachorro fique com os pelos grandes e não o tose. Apenas a tosa higiênica está liberada nas épocas de frio.

  • Roupinhas

Alguns cães não têm muito pelo e por isso vão precisar usar roupinhas. Os filhotes e cachorros de pequeno porte também precisam de mais proteção. Alguns animais costumam tremer de frio e você deve ficar atento a isso. Deixe um pouco a estética de lado e procure por roupinhas que sejam quentes e confortáveis. Seu pet precisa se adaptar ao uso, caso contrário ficará estressado.

As roupinhas que fecham com velcro são melhores e mais simples de pôr e tirar e, por isso, podem ser uma boa opção para os bichinhos que ainda estão em fase de adaptação. E nada de roupas apertadas, procure algo que fique mais larguinho e confortável. Caso contrário ele não conseguirá se adaptar.

  • Abrigo

Todo cão deve ser abrigado em locais quentes e confortáveis, principalmente, durante o inverno. Por isso, se ele dorme em uma casinha do lado externo da casa, certifique-se de estar sob um local coberto e de que a abertura por onde ele entra e sai está protegida dos ventos. Coloque um papelão no chão da casinha e sob o colchão, para manter a temperatura mais agradável e aconchegante e evitar que se perca calor.

Outra dica legal é usar caminhas com isolante, evitando que o colchão fique diretamente em contato com o piso frio. Você também pode utilizar um estrado para isso. E não esqueça dos edredons e cobertores, para que ele possa se aquecer durante as noites frias.

Alguns cães gostam de dormir ao relento ou na chuva. Se essa é uma característica do seu animal, prenda-o em um local seguro durante a noite. Permitir que o cão tome chuva ou fique no vento pode ser muito perigoso para a saúde dele.

  • Alimentação

Assim como em nós humanos, os bichos também aumentam o gasto calórico para manter o corpo funcionando no frio, por isso eles precisam ingerir mais alimentos durante o inverno do que durante as épocas mais quentes do ano. Caso contrário, podem apresentar sérios quadros de desnutrição e ficar mais vulneráveis às doenças.

A recomendação é de aumentar a quantidade de comida entre 15% e 30%. Mas cuidado com os exageros, para não deixar seu cão obeso. Se tiver dúvidas, aproveite a consulta ao veterinário e informe-se sobre a quantidade exata de comida que você deve dar ao seu cão.