8 dicas para evitar acidentes com cães

Quem tem cachorro em casa sabe o quanto a saúde e o bem-estar do pet é importante, afinal ele já é mais do que apenas um melhor amigo, é um membro da família. Acidentes com cães são mais comuns do que podemos imaginar e alguns cuidados simples podem evitar muitos deles. Então anote as nossas dicas e mantenha seu cão longe das encrencas

  • O adestramento

acidentes-cao1

Cachorros que são bem instruídos correm menos riscos de se acidentar. Por isso, se você tiver condições, leve-o em uma escola para cachorros. Quando ainda jovens eles têm mais capacidade para aprender.

Se você não tem condições de pagar adestradores, eduque o seu melhor amigo em casa mesmo. A famosa técnica de recompensa, que consiste em presentear o cão toda vez que fizer algo certo e repreender sempre que fizer algo errado, é uma das técnicas mais eficazes e simples. Com ela você pode ensinar seu cão a fazer as necessidades no local certo, a não revirar o lixo, a não correr para a rua sozinho e muitas outras coisas.

Então, ensine seu cão desde cedo a como se comportar em situações e locais que possam oferecer algum risco. Essa será uma das melhores e mais eficazes técnicas de prevenção de acidentes.

  • Passeio sempre com coleira

acidentes-cao2

Todo cachorro adora passear. Esse é um momento muito divertido para eles, que se sentem livres para explorar o mundo, praticar um exercício e brincar. Quando for levar seu cão para passear, mantenha-o sempre preso na guia. É muito comum ver alguns donos soltarem seus animais de estimação em parques públicos. Além de isso ser proibido, aumenta-se e muito o risco de acidentes.

O cão se distrai muito facilmente e pode correr para longe de você quando quiser alcançar alguma coisa que chamou a atenção. Nesse momento ele pode correr para o meio da rua, ou até de uma ciclovia e ser atropelado, por exemplo. Brigar com algum outro cão também pode ser perigoso, já que existem muitas doenças infecciosas que podem ser transmitidas nesse contato.

  • Criança devem ser instruídas

acidentes-cao3

Crianças costumam gostar muito de cachorros e esse convívio é muito saudável para os dois. Mas, por serem pequenas, as crianças não têm muita noção do que podem ou não fazer e tratam o animal como um bicho de pelúcia. É importante que os pequenos sejam ensinados a não bater, puxar os pelos ou o rabo do animal. Além de prejudicar a saúde mental do cão, isso irá provocar agressividade predatória, colocando a vida das crianças em risco também.

  • Cães devem ficar longe de objetos quebrados

acidentes-cao4

Toda vez que quebrar alguma coisa, principalmente louças e vidros que tendem a espalhar mais os estilhaços, impeça que o cachorro entre no local. Os cães podem inalar ou engolir os pedaços do objeto quebrado, principalmente se for um prato com comida, que é muito tentador e ele provavelmente tentará pegar um pedaço do que se espalhou pelo chão, ou ainda cortar as patas ao pisar nos fragmentos cortantes.

Então limpe todo o local com a máxima atenção e apenas permita que o seu pet circule por lá após ter certeza de que não há mais nenhum risco.

  • O lixo deve ficar fora do alcance dos peludos

acidentes-cao5

Um cão não precisar ser necessariamente um “vira lata” para adorar fuçar nas lixeiras da casa. Principalmente se o lixo contiver restos de comida, como é o caso dos lixos da cozinha. O problema é que o cachorro pode acabar engolindo itens perigosos, como sacolas, lacres de latinha, ossos e outras coisas que causam sufocamento ou perfuram os órgãos internos no animal.

Para evitar esse tipo de acidente prefira lixeiras pesadas e com tampa ou às mantenha em um local onde o cachorro não tenha acesso. Principalmente se ele passa muitas horas do dia sozinho em casa.

  • Coloque rede de proteção nas janelas e varandas

acidentes-cao6

Ao tentar se lançar em direção de algo que queriam alcançar, os cachorros não costumam calcular bem o perigo e podem acabar se acidentando gravemente. Acidentes de cães que caem de janelas ou varandas de casas e apartamentos é muito comum, deixando o animal paraplégico ou até levando a morte.

Uma medida muito eficiente e barata é instalar redes de proteção em todas as janelas e grades altas e fechadas nas varandas e lajes, impedindo que o cão caia ou se lance por ali.

  • Cuidado ao abrir a porta de entrada

acidentes-cao7

Muitos cães ficam sempre à espreita, esperando o momento em que alguém entre ou saia de casa para poder correr para a rua. Isso acontece principalmente com cachorros que ficam presos muito tempo em casa e não são levados para passear. O maior problema está na euforia que o cão sente ao conseguir escapar, podendo correr para o meio de rua e ser atropelado.

Então, além tomar cuidado sempre que entrar e sair, leve seu cão para passear diariamente ou sempre que puder. Aproveite para ensina-lo a passear da forma correta andando sempre junto de você. Dessa forma, evitará que ele tenha tanta vontade de fugir.

  • Não deixe cabos de eletricidade soltos

acidentes-cao8

Alguns cães, principalmente quando filhotes, gostam de puxar e brincar com os fios de eletricidade dos aparelhos, como televisão, vídeo games, abajures e etc. O problema é que ao morder o cabo ele pode receber uma forte carga elétrica, ocasionando queimaduras graves ou, até mesmo, morte instantânea. Por isso, reúna e isole todos os cabos, de forma que seu pet não tenha acesso a eles.

Conteúdo fornecido por: Cão de Rodas – Cadeira de rodas para cachorro